Capela da Raínha Santa - Vale Grande Imprimir e-mail

A Capela do Vale Grande foi mandada construir pelo Conde Sucena da Borralha.

Foi seu construtor Serafim Rodrigues Alexandre (também conhecido por Serafim França), morador no Vale Grande (à época ao serviço do mesmo Conde) que a deu como “acabada” no dia 9 de Agosto de 1907. Isto quer dizer que fez cem anos no dia 9 de Agosto de 2007. Pelas contas que apresentou ao Conde, a obra custou 350.120 réis.

Já antes existia uma outra Capela, ali bem perto, também dedicada à Rainha Santa, (situada no terreno hoje ocupado pela entrada na casa da D. Lisete), já referida em 1758, provavelmente construída nos princípios do século XVIII e que, por sua vez, tinha sido reconstruída nos finais dos anos cinquenta do século XIX, tendo passado para a Nova capela a imagem e o retábulo.

A imagem da Rainha Santa foi feita em pedra da Ançã, de rara beleza e de assinalável valor, como ficou expresso numa exposição, feita há longos anos no Museu Machado de Castro, em Coimbra, em que se reuniram inúmeras imagens da padroeira daquela cidade, tendo sido datada do princípio do século XVII, pertencente à decadência da Renascença Coimbrã.

A Capela acabada de construir em 1907, sofreu profunda remodelação, com ampliação, em 1952 e obras em 1977. Em 1997 foi novamente objecto de obras e foi ampliada ficando com o aspecto que actualmente apresenta.

A Festa da Raínha Santa celebra-se no primeiro Domingo de Julho. O dia Litúrgico da Raínha Santa Isabel é 4 de Julho. 

 


 

 

 
Artigo seguinte >